O secretário de Estado das Comunidades disse não ter informações de portugueses envolvidos no acidente de hoje entre dois comboios em Joanesburgo, na África do Sul, que provocou pelo menos um morto e 90 feridos.

“Até ao momento, não tenho informações de portugueses envolvidos” no acidente de comboio em Joanesburgo, disse José Cesário à agência Lusa.


Um maquinista morreu e pelo menos 90 pessoas ficaram feridas quando dois comboios suburbanos chocaram em Joanesburgo, disseram responsáveis sul-africanos.

"Os paramédicos, juntamente com vários serviços, chegaram ao local do acidente onde os comboios bloqueavam totalmente a via férrea", disse Russel Meiring, porta-voz do grupo paramédico ER24.


"Metal retorcido e bocados das carruagens estavam espalhados por todo o local", acrescentou.

A agência 'online' News24 disse que o maquinista morreu quando o seu comboio embateu numa composição parada.

As equipas de socorro conseguiram libertar uma mulher presa nos destroços, que foi levada de helicóptero para o hospital.

"Temos 90 feridos", disse a porta-voz do Metrorail Lillian Mofokeng à agência noticiosa francesa AFP.

Os comboios eram provenientes da capital sul-africana, Pretoria, e chocaram numa estação em Denver, um subúrbio a leste de Joanesburgo.

Segundo estimativas, residem na África do Sul cerca de 400.000 portugueses e luso-descendentes.