Um tribunal da Califórnia condenou as Testemunhas de Jeová a indemnizar Candace Conti, una mulher membro do grupo religioso, abusada sexualmente aos nove anos por parte de outro membro. A jovem, agora com 26 anos, vai receber cerca de 28 milhões de dólares (22 milhões de euros).

«É a maior quantia obtida por uma única vítima de abusos sexuais por parte de religiosos em todos os Estados Unidos», disse o advogado de Candace, Rick Simons, citado pela Associated Press.

A jovem vai receber sete milhões de dólares por danos morais e 21 a título punitivo. O agressor deve pagar 60 por cento desta quantia e os outros 40 por cento pela corporação. Do agressor, Candace não espera receber um tostão. «Nem vamos tentar, sobretudo porque acreditamos que ele não tem capacidades de o pagar», disse o advogado.