O FBI levou a cabo uma das maiores operações contra a prostituição infantil nos Estados Unidos que «salvou» 105 menores das malhas das redes de esploração sexual.

A investida durou três dias e mobilizou centenas de agentes e a coordenação com 230 forças de segurança de 76 cidades americanas.

No final, 105 raparigas foram resgatadas e 150 pessoas detidas.

Tratam-se de crianças vítimas de abuso físico ou psicológico e dependentes de droga, obrigadas a vender o corpo. Muitas vêm de famílias desestruturadas, em que os progenitores nem avisam as autoridades de que os menores estão desaparecidos, noticia a CNN.