O Presidente do Afeganistão ordenou uma “investigação completa” à suspeita de abuso sexual de menores na polícia, após a agência AFP ter reportado que talibãs enviam rapazes para que se infiltrem na organização para depois lançar ataques internos.

Tem havido uma onda de condenação internacional contra a pedófila “bacha bazi”, que significa “brincar com os rapazes” em dari, uma das duas línguas oficiais afegãs, que é uma prática ainda viva em regiões no este, sul e norte do país, que passa por entreter jovens na puberdade, maquilhando-os e travestindo-os por vezes, fazendo deles dançarinos e escravos sexuais.

“O Presidente ordenou uma investigação completa e uma ação imediata baseada nas suas conclusões”, indicou o palácio presidencial de Ashraf Ghani em comunicado.