«Ó filhos de al-Haramayn… a cabeça da serpente e a fortaleza da doença estão lá… tirem as vossas espadas e digam adeus à vida, porque não deve haver segurança para Saloul», discursou Baghdadi.