Na manhã desta quarta-feira, o dia seguinte ao desastre da Germanwings nos Alpes franceses, um piloto da companhia low cost alemã surpreendeu os passageiros. O comandante cumprimentou cada pessoa e fez um discurso que comoveu os passageiros.

Quem o conta é uma mulher alemã, Britta Englisch, que embarcou num voo da Germanwings que fazia a ligação entre Hamburgo e Colónia, ambas cidades alemãs.

« Na altura do voo não eram conhecidos detalhes sobre o desastre. Tudo era especulação. Era claro que a Germanwings era a companhia mais segura naquela manhã. Mas eu tinha aquela sensação no estômago. É normal», conta Britta à revista «Time».


Assim que entrou no avião, a passageira alemã ficou surpreendida: o comandante estava a saudar todos os passageiros individualmente e a assegurar que iriam ser levados em segurança até ao destino. «Se alguém tinha uma expressão mais carregada, o piloto falava com as pessoas».

Mas a surpresa da passageira alemã não ficou pelas boas-vindas personalizadas. Depois do embarque estar completo, em vez de se dirigir para o cockpit, o piloto pegou no microfone e falou aos passageiros. «Ele apresentou-se a si e à equipa. Disse que alguns membros da tripulação conheciam quem ia a bordo do avião acidentado e que ele também tinha uma sensação estranha por saber o que aconteceu».

A passageira alemã contou à «Time» que o medo foi diminuindo à medida que o comandante falava:

«O piloto continuou a dizer que estava ali de forma voluntária, que a companhia não obrigou ninguém a trabalhar e que tinha verificado o avião duas vezes. Disse ainda que tinha família, filhos e uma mulher que ama. Disse que a restante tripulação também tinha amores nas suas vidas e que iria fazer tudo o que fosse possível para os levar seguros a casa, no fim de cada dia de trabalho».


Englisch conta que por alguns instantes todas as pessoas ficaram em silêncio. «Ninguém estava a ver o telemóvel pela última vez antes de descolar ou a ler jornais», como seria habitual num voo cheio de pessoas de negócios.

«Depois, todos aplaudiram o comandante».


A passageira elogiou a atitude do piloto e da tripulação no Facebook, numa publicação que se tornou e viral e que conta já com mais de 300 mil gostos.

Englisch não esperava que a publicação na rede social se tornasse um sucesso: «Foi apenas um post no meio de milhares. Era só para agradecer ao piloto por não se esconder no cockpit e por nos deixar partilhar dos seus sentimentos».  
 

Gestern morgen um 8:40 h stieg ich mit gemischten Gefühlen in einen Germanwings Flug von Hamburg nach Köln. Doch dann...

Posted by Britta Englisch on Quarta-feira, 25 de Março de 2015
 

LEIA TAMBÉM:
«A320: copiloto escondeu doença da empresa e rasgou papéis da baixa médica»