Uma menina de cinco anos está a ser tratada como heroína e até vai receber uma distinção da polícia, depois de ter salvo a vida da mãe com uma chamada de emergência. Katie Adderley, de 32 anos, desmaiou no chão da cozinha, enquanto estava sozinha em casa com os dois filhos pequenos: Sienna, de cinco anos, e Riley, de dois.
 
Assustada, mas calma, a pequena Sienna ligou para os serviços de emergência britânicos e conseguiu descrever os sintomas apresentados pela mãe e a localização da residência. O caso aconteceu em Rugby, Warwickshire, a cerca de uma hora e meia a Norte de Londres.
 

«Ela desmaiou no chão e agora está a tremer. Está deitada no chão. Não a consigo acordar», descreveu Sienna ao operador do serviço de emergência que a atendeu.

 
«Eu estava muito assustada, mas o meu pai tinha-me dito que, se ela se sentisse mal, eu devia ligar para o 999 (número de emergência no Reino Unido)», contou Sienna ao jornal «Daily Mail».

«Expliquei-lhes onde morava e tive de tomar conta do meu irmão também. Eu estava a chorar, mas tentei não ficar assustada», acrescentou a pequena heroína.
 
Sienna conta ainda que, quando as autoridades chegaram a casa dela, uma mulher polícia levou-a para o andar de cima e brincou com ela, «enquanto faziam com que a mãe melhorasse».
 

«Toda a gente diz que fui muito corajosa, o que é muito bom. Fico contente de ter ajudado a minha mãe, porque gosto muito dela», disse Sienna.

 
Os pais de Sienna tinham-lhe ensinado a alertar os serviços de emergência, porque Katie já tinha sofrido episódios semelhantes antes. Os médicos calculam que possa sofrer de epilepsia, mas continuam a fazer exames para apurar o que lhe causa os desmaios e as convulsões.