O telefone vermelho entre a República Popular da China e Taiwan, territórios que desde 1949 mantêm um conflito de soberania, entrou esta quarta-feira em funcionamento, numa medida que visa fortalecer os laços entre Pequim e Taipei.

A instalação daquela linha direta de diálogo sucede a um histórico encontro entre o Presidente chinês, Xi Jinping, e o seu homólogo taiwanês, Ma Ying-jeou, em novembro passado, apesar de ambos rejeitarem a legitimidade um do outro.

Andrew Hsia, chefe do Gabinete de Taiwan para os Assuntos do Continente Chinês, falou hoje com Zhang Zhijun, o responsável pelos Assuntos de Taiwan no Conselho de Estado e no Comitê Central do Partido Comunista da China (PCC).