O opositor russo Alexei Navalny foi condenado esta terça-feira a três anos e meio de prisão com pena suspensa pela prática de crimes económicos.

Navalny, carismático blogger conhecido por denunciar a corrupção das elites russas, considerado até há pouco tempo o «inimigo político número um» do Presidente russo, Vladimir Putin, foi perseguido judicialmente, com o seu irmão Oleg, no âmbito de um caso de desvio de dinheiro de uma filial da empresa francesa Yves Rocher e encontrava-se em prisão domiciliária.

A justiça russa antecipou para esta terça-feira a leitura da sentença – inicialmente agendada para meados de janeiro de 2015 – para impedir os seus apoiantes de protestarem contra o seu julgamento num caso de desvio de dinheiro que consideram político.