Os corpos de 150 membros de uma tribo sunita rival do Estado Islâmico foram encontrados numa vala comum, revelaram os oficiais de segurança à Reuters.

 

De acordo com a agência, esta quarta-feira, 150 polícias e milícias da tribo Albu Nimr foram levados das suas vilas perto de Ramadi e foram assassinados. Os homens terão sido executados num mercado ao ar livre, segundo a agência EFE.

 

Há relatos que dao ainda conta de outro incidente onde mais 70 membros da tribo foram encontrados mortos numa vala comum perto de Hit. No entanto, acredita-se que estes homens tenham sido assassinados por membros da polícia e pela milícia anti Estado Islâmico chamada Sahwa.

 

«Esta quarta-feira de manhã encontramos estes corpos e foi-nos dito por alguns militantes do Estado Islâmico que se tratavam de «pessoas do Sahwa, que lutaram com os vossos irmãos do Estado Islâmico e esta é a punição quando se luta contra o Estado Islâmico», revelaram testemunhas citadas pela Sky News.