O Centro Nacional de Furacões norte-americano indicou, nesta quarta-feira, que a tempestade tropical Maria recuperou força e tornou-se novamente num furacão, encontrando-se agora junto à costa do Estado da Carolina do Norte.

Segundo a Força Aérea norte-americana, os ventos máximos sustentados do furacão Maria estão próximos dos 120 quilómetros por hora, com rajadas mais fortes.

O centro do Maria está, neste momento, a cerca de 260 quilómetros do Cabo Hatteras e os ventos de força ciclónica mantêm-se longe de terra, estendendo-se num raio de 165 quilómetros. Mas os ventos de força tropical estendem-se até 370 quilómetros do olho do furacão.

A velocidade a que o Maria avança é de apenas nove quilómetros por hora, pelo que está a levar algum tempo a virar para norte, para longe da costa atlântica dos Estados Unidos.

Já o furacão Lee tornou-se hoje no quinto maior furacão da temporada do Atlântico com ventos máximos sustentados de 185 km/h, com rajadas mais elevadas, e está na categoria 3 num máximo de 5 da escala Saffir-Simpson.

De acordo com o Centro Nacional de Furacões (NHC), o ciclone está a cerca de 780 quilómetros a leste das Ilhas Bermudas e a cerca de 2.845 quilómetros a oeste dos Açores.

Este furacão não é, neste momento, uma ameaça para áreas povoadas e move-se no sentido noroeste a 11 km/h.