A Federação Russa, Angola e outros dois membros do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) questionaram a apresentação formal pela Bulgária da comissária europeia do Orçamento, Kristalina Georgieva, como a sua candidata a secretária-geral.

Federação Russa, Angola, Malásia e Uruguai solicitaram ao governo de Sófia que clarificasse a sua afirmação de que Georgieva era a “única e exclusiva candidata” da Bulgária ao principal cargo executivo da ONU, na carta em que apresenta a candidatura.

Georgieva foi nomeada pelo governo búlgaro na quarta-feira, substituindo a atual chefe da Agência das Nações Unidas para a Cultura, Educação e Ciência (UNESCO), Irina Bokova, que não conseguiu recolher um apoio forte nas votações já realizadas.