A polícia de Nova Iorque revelou há momentos, segundo a cadeia CNN, que o atirador que terá baleado várias pessoas no interior do Hospital Lebanon, em Nova Iorque, na tarde de sexta-feira, disparou contra si mesmo. Junto a ele foi encontrado o corpo de uma mulher.

Pouco antes, através da rede Twitter, as forças de segurança referiam a existência de várias pessoas atingidas.

Segundo a cadeia de televisão CNN, o atirador terá ainda ferido seis pessoas, dentro do hospital, estando três das quais em estado considerado grave.

O jornal The New York Times adiantou entretanto que o atirador se chamava Henry Bello e que está listado entre os funcionários do hospital como sendo um antigo médico.

Segundo a imprensa norte-americana, o atirador entrou fardado no hospital, com identificação e com uma arma debaixo da bata.

De acordo com a agência noticiosa AP, o tiroteio terá começado às 14:50 locais (19:50 em Lisboa). Pouco depois, o departamento de polícia de Nova Iorque recomendou apenas à população que se mantivesse afastada das imediações do hospital.