O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, foi pai pela terceira vez, este ano, indicou o Serviço de Inteligência da Coreia do Sul (NIS) durante uma comissão parlamentar, noticiou esta terça-feira a agência sul-coreana Yonhap.

A mulher do líder norte-coreano, Ri Sol-ju, terá dado à luz o terceiro filho em fevereiro, informou o NIS na comissão parlamentar, sem indicar o sexo ou o nome do bebé.

Os rumores sobre a gravidez de Ri dispararam no ano passado face à ausência de aparições públicas da primeira-dama norte-coreana durante meses.

O hermetismo do regime de Pyongyang torna impossível confirmar dados pessoais dos membros da dinastia Kim. A título de exemplo, nem certezas existem quanto à idade do atual líder ou da mulher.

As informações que se conhecem chegam através dos serviços secretos de Seul ou são fruto de especulação.

Ri Sol-ju apareceu pela primeira vez em público ao lado do marido em 2012, pouco depois de Kim ter ascendido ao poder, em dezembro do ano anterior, apesar dos serviços de informações da Coreia do Sul acreditarem que contraíram matrimónio em 2009.

Segundo o NIS, Ri Sol-ju deu à luz o primeiro e o segundo filho, respetivamente, em 2010 e 2013.

A única informação divulgada a esse respeito é que o segundo filho de Kim Jon-un é uma menina chamada Ju-ae, disse, em 2013, o antigo jogador da NBA [liga profissional de basquetebol norte-americana] Dennis Rodman, após uma visita a Pyongyang na qual esteve passou com a família de Kim, com quem tem uma boa relação e definiu como "um bom pai".