Quatro carros foram incendiados junto a uma mesquita em Thornlie, Perth, na Austrália, na terça-feira à noite. Na altura, centenas de pessoas, incluindo muitas crianças, estavam reunidas na mesquita para as orações da noite. Não houve, no entanto, vítimas. 

Para além dos carros vandalizados, podia ler-se, numa parede, uma mensagem contra os muçulmanos, de acordo com a CNN. 

O imã Yahya Adel Ibrahim, da Mesquita de Thornlie, não teve dúvidas em classificar este como um "crime de ódio". 

"A maioria das pessoas estavam assustadas e perguntavam 'mas por quê nós?' Eles não sabem que há crianças lá dentro. Este é um local de oração", relatou à CNN. 

Este ataque contra muçulmanos surge no mesmo dia em que um novo atentado com bombas fez dezenas de mortos na Turquia. O ataque ao aeroporto de Istambul não foi ainda reivindicado.