Pelo menos 11 soldados foram mortos, este domingo, na sequência de uma emboscada dos talibãs no oeste do Afeganistão, informaram as autoridades esta segunda-feira.

“Os talibãs montaram uma emboscada contra uma caravana, em Karukh, no distrito de Herat, matando 11 soldados do exército afegão na noite passada. Os militares seguiam a bordo de ‘pickups’”, disse Ehsanullah Hayat, porta-voz do governador da província de Herat, à agência noticiosa francesa AFP.


Najibullah Najibi, porta-voz do exército no oeste do país, confirmou o ataque e adiantou, ainda, que outros quatro soldados ficaram feridos no ataque.

O ataque ainda não foi reinvindicado, mas as suspeitas recaem sob os talibãs, que em abril lançaram uma ofensiva às forças de segurança, a “Azm” (que sigifica determinação) prometendo ataques em todo o território.

É a primeira “época de combates” que as forças afegãs se encontram sem o apoio dos soldados da NATO, após o fim da missão de apoio que durou 13 anos.