Pelo menos 40 pessoas morreram esta quinta-feira num ataque suicida numa agência de notícias e num centro cultural em Cabul, no Afeganistão. Há ainda pelo menos 30 feridos.

O ataque foi entretanto reivindicado pelo Estado Islâmico.

A maioria das vítimas são estudantes que participavam num debate no centro cultural.

Durante o ataque, terá havido mais do que uma explosão.

O porta-voz dos talibã negou prontamente o envolvimento destes.