O papa Francisco anunciou hoje que pretende visitar as cidades no centro de Itália que ficaram esta semana devastadas na sequência de um sismo, que fez quase 300 mortos.

"Assim que possível, espero ir ver-vos, levar-vos o conforto da fé, a ternura de um pai e de um irmão e a esperança e o apoio que a cristandade tem para oferecer", afirmou o pontífice perante milhares de crentes que se juntaram hoje na Praça de São Pedro para o ouvir a tradicional mensagem do Angelus.

O papa argentino também manifestou a sua "proximidade espiritual" aos moradores das aldeias remotas das regiões de Umbria, Marche e Lazio, que foram atingidas na quarta-feira pelo sismo.