contra o Estado Islâmico

"A segurança da Aliança é indivisível, mantemos a forte solidariedade com a Turquia", disseram em comunicado conjunto os representantes dos países aliados após o encontro extraordinário.


"É impossível avançar um processo de paz com aqueles que atacam a segurança e a unidade nacional neste país. Estamos a exercer e vamos continuar a exercer quaisquer direitos que tenhamos de acordo com a lei internacional. Mas a NATO também tem alguns deveres, por isso pedimos que esteja preparada."