A coligação liderada pela Arábia Saudita efetuou, esta sexta-feira, cinco novas incursões aéreas contra posições do movimento iemenita dos Huthis na capital do Iémen e na província de Saada, bastião dos rebeldes.

Segundo constatou a agência Efe, os bombardeamentos em Sana e nos arredores da capital tiveram como principais objetivos os quarteis das forças de reservistas, antiga Guarda Republicana, leais aos Huthis.

Além dos quarteis foi ainda bombardeado o complexo presidencial, nas mãos do grupo rebelde xiita.

Já em Saada, sob controlo dos Huthis desde 2010, os aviões sauditas bombardearam algumas posições como o mercado da localidade de Qutaf al Boqa, junto à fronteira com a Arábia Saudita.

Na quarta-feira, a Arábia Saudita lançou hoje uma operação militar no Iémen contra os rebeldes chiitas Houthi, que ameaçam o governo local, disse o seu embaixador nos EUA.