Pelo menos dois polícias morreram e 14 outras pessoas ficaram feridas numa explosão de uma bomba que atingiu uma carrinha da polícia paquistanesa, esta sexta-feira em Carachi.

O caso é o mais recente episódio de violência na maior cidade do Paquistão.

Carachi é o coração económico do Paquistão, tem uma população de 18 milhões de pessoas e anualmente regista inúmeros ataques perpetrados por motivos diversos como políticos ou étnicos.

O engenho explosivo estava colocado num motociclo e explodiu à passagem da carrinha da polícia.

Os agentes mortos pertenciam à brigada especial da polícia que efetua segurança, por exemplo, a altas entidades.

O atentado não foi reivindicado.