Morreu este sábado Lúcio Lara, um dos fundadores do MPLA e nacionalista angolano.

Filho de um fazendeiro português e de mãe angolana, nasceu no interior da província de Benguela e faleceu com 86 anos, vítima de doença prolongada, segundo a imprensa local.

A sua militância no partido maioritário iniciou-se na década de 1950, em Angola e entre angolanos no exílio, tendo sido eleito secretário da organização e dos quadros do partido na primeira conferência nacional do MPLA, em dezembro de 1962.

Posteriormente, passou a secretário-geral.