O papa Francisco lança na quarta-feira a campanha “Partilhar a viagem”, uma iniciativa a favor dos migrantes e refugiados que envolve 160 países, à qual se juntou a Cáritas Portuguesa.

A campanha será lançada pelo papa Francisco durante a Audiência Geral, na praça de São Pedro. Em Portugal, será apresentada pela Cáritas Portuguesa no Padrão de Descobrimentos, em Lisboa, adianta a organização da Igreja Católica num comunicado enviado à agência Lusa.

Através desta campanha queremos “entender o que faz tantas pessoas saírem das suas casas neste momento da história. Queremos também inspirar as comunidades locais a estabelecer relações com refugiados e migrantes”, explica o presidente o presidente da Cáritas Portuguesa, Eugénio Fonseca.

“A migração é uma história muito antiga”, sendo o objetivo da campanha “ajudar as pessoas a vê-la com novos olhos e de coração aberto”, adianta Eugénio Fonseca.

Segundo a Cáritas, trata-se de uma campanha de consciencialização em que se pede às pessoas que tenham um olhar diferente sobre os migrantes e refugiados, procurem conhecer as suas histórias e saber porque motivos deixaram as suas casas.

O objetivo “é promover a cultura do encontro em comunidades onde migrantes e refugiados partem e regressam, por onde viajam e onde escolhem ficar”.

“Os migrantes e refugiados no mundo de hoje chamam-nos para uma viagem. Somos todos convidados a participar na campanha Partilhar a Viagem para que, através da cultura do encontro, encontremos o caminho para a paz”, sublinha a organização no comunicado.