Mais de 1.100 pessoas morreram na sequência da onda de calor que se regista há mais de uma semana na Índia, sobretudo nos estados do sul do país, disseram esta terça-feira as autoridades, citada pela Lusa. No estado de Andhra Pradesh, o mais atingido, pelo menos 852 pessoas morreram na última semana.

De acordo com a CNN, no vizinho estado de Telangana, morreram já 266 pessoas. 

As vítimas mortais são sobretudo das classes mais pobres.

Na segunda-feira, a temperatura rondava 47º centígrados, o que levou as autoridades a colocar em prevenção os hospitais daquele estado e a recomendar à população para evitar sair à rua. A temperatura alta deve continuar por mais dois dias, pelo menos, antes de começar a aliviar.