O cessar-fogo na Síria acordado entre os Estados Unidos e a Rússia e aceite pelo regime e por 100 fações da oposição entrou hoje em vigor às 00:00 locais (22:00 de sexta-feira em Lisboa).

A trégua, definida para durar duas semanas, não abrange os combates contra o grupo extremista Estado Islâmico e contra o ramo sírio da Al-Qaida, a Frente al-Nosra, que controlam cerca de metade do território.

Inédito em cinco anos de conflito armado, o cessar-fogo é encarado com ceticismo pela complexidade da sua aplicação no terreno, dada a fluidez de alianças entre grupos armados.

As horas que antecederam o início formal da trégua foram marcadas por intensos bombardeamentos das forças sírias, apoiadas pela aviação russa, contra posições rebeldes.

A guerra na Síria já fez mais de 270.000 mortos e mais de 4 milhões de refugiados.