Segundo o comunicado, o ataque com explosivos a um comboio de veículos da Missão da ONU no Mali (MINUSMA) ocorreu na estrada entre Goundam-Timbuktu, na região de Timbuktu, no norte do país.

“O secretário-geral reafirma que aqueles ataques não vão alterar a determinação da ONU no apoio ao povo do Mali e no processo de paz, nomeadamente através da assistência à implementação do Acordo de Paz e Reconciliação no Mali”, refere.