Combatentes do grupo radical Estado Islâmico entraram na cidade síria de Hasakeh esta noite, tomando o controlo de duas áreas que anteriormente estavam nas mãos do regime, informou esta quinta-feira o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Segundo o OSDH, dezenas de ‘jihadistas’ e de soldados foram mortos durante violentos confrontos em Hasekeh, no nordeste da Síria, cujo controlo é dividido entre o regime sírio e as forças curdas.

O Estado Islâmico lançou a 30 de maio uma ofensiva para conquistar esta cidade, capital de uma província que faz fronteira com o Iraque e Turquia.

Rebeldes lançam ofensiva para assumirem controlo da cidade de Deraa


Rebeldes de várias fações iniciaram hoje uma ofensiva para tomar o controlo da cidade de Deraa, "berço da revolução” e a mais importante do sul da Síria, expulsando as forças do regime, indicou uma organização de direitos humanos.

O OSDH indicou que desde o amanhecer há combates na cidade entre as forças leais ao governo sírio e combatentes de mais de 50 grupos, incluindo a Frente al Nusra - filial síria da Al-Qaida- e o Movimento Islâmico dos Livres de Sham (Levante).

Os rebeldes atacaram as forças governamentais com morteiros e fogo de artilharia, tendo causado pelo menos três mortos nas fileiras do regime.