A Controladoria-geral da União (CGU), órgão do governo federal brasileiro responsável pelo combate à corrupção, confirmou estar a negociar um acordo com a Odebrecht, no âmbito da operação Lava Jato’, para ajudar nas investigações.

A notícia é avançada pela Agência Brasil, segundo a qual a confirmação da CGU, feita na quinta-feira, surge depois de a Odebrecht ter anunciado, na passada terça-feira, de que estava a negociar esse acordo.

A confirmação é dada numa “nota de poucas linhas”, onde a CGU lembra não ter por hábito divulgar o nome das empresas com as quais negoceia este tipo de acordo, mas que o faz porque a Odebrecht tornou a informação pública.

A Polícia Federal do Brasil iniciou esta semana a 26.ª fase da Lava Jato. A operação policial, recorde-se, investiga os casos de corrupção na Petrobras há mais de dois anos.

Batizada de Xepa, a ação mobilizou perto de 380 polícias federais com buscas na estrutura interna da Odebrecht que, lá está, é uma das principais construtoras do país, envolvida no esquema de pagamento de subornos que operava dentro da Petrobras. Há uma lista com cerca de 200 nomes de políticos envolvidos.