Um polícia matou esta quarta-feira a tiro um jovem negro que estava armado em Berkeley (Missuri, Estados Unidos), uma localidade perto de Ferguson, cenário de violentos protestos da população afroamericana nos últimos meses, segundo os meios de comunicação locais.

Segundo a polícia, o homem estava armado e apontou a arma quando o agente se aproximou dele e de outro individuo, numa ronda de rotina a uma bomba de gasolina nos arredores de Berkeley.

«Temendo pela sua vida, o agente de Berkley fez vários disparos, atingindo o homem e ferindo-o mortalmente», disse o porta-voz da polícia do Condado de Saint Louis, Brian Schellman, num comunicado difundido na rede social Twitter e citado pela agência EFE.

Berkeley situa-se muito perto de Ferguson, onde em agosto passado um polícia branco matou o adolescente desarmado Michael Brown, num incidente que desencadeou protestos por todo o país contra os métodos e o racismo da polícia.

O departamento policial do Condado de Saint Louis “está a levar a cabo uma investigação” sobre o incidente, disse Schellman, acrescentando que a arma do morto foi recuperada no local do incidente.

O porta-voz disse ainda que não podia divulgar a identidade do falecido, mas alguns meios locais identificaram-no como sendo Antonio Martin, de 18 anos.

Pouco depois do incidente, dezenas de pessoas acorreram à bomba de gasolina, de onde lançaram gritos contra a polícia que se encontrava no local para manter a tranquilidade na zona, disse a emissora local.