Pelo menos uma pessoa morreu e quase 80 ficaram feridas num ataque com bomba no principal espaço dos xiitas na capital do Bangladesh, onde milhares se reuniam pela procissão anual da Ashura, indica a polícia.

De acordo com as autoridades, esta terá sido a primeira vez que a pequena comunidade muçulmana xiita do Bangladesh foi alvo de um ataque, depois de, há semanas, um trabalhador italiano de uma organização humanitária e um agricultor japonês terem sido mortos em ataques reivindicados pelo Estado Islâmico.

Segundo a polícia, um rapaz de 14 anos morreu no local após três bombas explodirem no exterior do Hossaini Dalan, o principal edifício xiita, no bairro de Mughal, em Daca.

O Estado Islâmico reivindicou a autoria do atentado.