Uma criança palestiniana morta foi morta a tiro, esta sexta-feira, durante os protestos na Cisjordânia, avança a Reuters. De acordo com os médicos e os residentes, Orwah Hammad, de 14 anos, foi atingido com um tiro na cabeça por forças israelitas. O incidente aconteceu perto da vila de Silwad, a norte de Ramallah.

Um porta-voz do exército revelou que as forças israelitas «conseguiram evitar um ataque quando se depararam com um homem palestino que se preparava para arremessar um cocktail molotov contra eles na estrada principal próxima de Silwad. Os militares abriram fogo e mataram o suspeito».

O tiroteio vai ser investigado, uma vez que uma criança acabou morta por causa do mesmo.

Vários confrontos invadiram áreas árabes e em torno de Jerusalém, ferindo várias pessoas.

As tensões surgiram com a aproximação do feriado judaico Sukkot que aumentou o número de visitas de judeus ao Monte do Templo e de muçulmanos ao Santuário Nobre. Estas visitas têm sido acompanhadas pela polícia israelita para evitar mais confrontos.