Os Estados Unidos e a Rússia podem encontrar “áreas de cooperação” para uma resolução da guerra na Síria, disse esta quinta-feira o secretário da Defesa norte-americano, Ashton Carter.

Para o chefe do Pentágono, se a Rússia procurasse uma solução política para os quatro anos de conflito e não se limitasse a atacar “indiscriminadamente” os inimigos do presidente sírio, Bashar al-Assad, norte-americanos e russos podiam “encontrar áreas de cooperação”.

“A via da transição política e a (da luta) contra o Estado Islâmico devem seguir em paralelo”, disse o secretário da Defesa numa conferência de imprensa conjunta com o homólogo ucraniano, Stepan Poltorak, em Washington.