Cerca de duas mil pessoas inglesas, francesas, belgas e italianas manifestaram-se este sábado em Calais para reclamar "condições de acolhimento dignas" para milhares de migrantes reunidos num acampamento selvagem nos arredores desta cidade do norte de França, relatou a AFP.

“Estamos aqui para exprimir a nossa solidariedade para com os migrantes e para denunciar a inatividade do Estado francês, que não tem vontade de assegurar uma vida melhor aos refugiados. Está aqui em jogo uma tragédia humana”, afirmou Rino, estudante italiano de 22 anos, vindo de autocarro de Paris.


“Refugiados bem-vindos”, “Calais, Lesbos, Lampedusa, as nossas fronteiras matam”, “Abri as fronteiras, deixai-os entrar” eram frases que se liam nos cartazes.