Duas pessoas foram mortas na cidade mineira de Koidu, no leste da Serra Leoa, em confrontos ligados à luta contra o Ébola, disseram hoje médicos e residentes contactados pela agência France Presse a partir de Freetown.

Segundo testemunhas, os confrontos ocorreram na terça-feira quando um grupo de jovens se opôs a que fosse retirada uma amostra de sangue a uma mulher de 90 anos, mãe de um líder juvenil.

«Temos dois corpos na morgue», indicou uma fonte hospitalar, adiantando não poder revelar a causa de morte por os corpos ainda não terem sido examinados.