A retirada do armamento pesado da linha que separa as posições das forças de Kiev e dos rebeldes pró-russos deve começar este domingo, segundo acordaram as duas forças que se enfrentam no leste da Ucrânia.

Os líderes das autoproclamadas repúblicas populares de Donetsk e Lugansk, Alexandr Zajárchenko e Ígor Plotnitski, e representantes de Kiev firmaram durante a noite o acordo sobre a retirada do armamento, previsto nos acordos de Minsk de 12 de fevereiro.

«A hora H será 22 de fevereiro», disse o chefe da delegação ucraniana no centro de coordenação para o cessar-fogo, Piotr Kanonik, citado pela imprensa local.