Pelo menos seis insurgentes morreram e outros três ficaram feridos num bombardeamento com um drone norte-americano na zona tribal de Waziristán do Norte, no Paquistão, de acordo com informações hoje divulgadas.

Segundo o porta-voz do Governo das Áreas Tribais sob Controlo Federal, Rehman Shah, um avião não tripulado das tropas internacionais lançou mísseis sobre uma vivenda situada na zona de Doga Mada Khel.

O exército paquistanês iniciou, em meados de junho, uma ofensiva contra os insurgentes no Waziristán do Norte.

Os norte-americanos retomaram também no verão os bombardeamento com drones, após uma interrupção durante cerca de seis meses. A frequente morte de civis gerou grande controvérsia em torno deste tipo de ataques, condenados pelo Governo paquistanês que considera uma violação da sua soberania.

Segundo a organização «New America Foundation», os ataques com drones causaram entre 2.000 e 3.500 mortos no Paquistão desde 2004, 10% dos quais eram civis.

Os aviões não tripulados norte-americanos efetuaram no ano passado cerca de trinta bombardeamentos no Paquistão, em que 150 pessoas perderam a vida.