Um sismo de magnitude 5,3 na escala de Richter foi registado, esta quarta-feira, na província de Manabí, zona costeira do Equador, que foi a mais afetada pelo forte sismo de 16 de abril, que fez quase 700 mortos, informaram as autoridades locais.

O sismo ocorreu às 20:22 de terça-feira (02:22 de hoje em Lisboa) à profundidade de dez quilómetros, perto da localidade de Jaramijó, segundo um relatório do Instituto Geofísico da Escola Politécnica Nacional.

O Presidente do Equador, Rafael Correa, que se encontra na cidade de Manta, também em Manabí, disse que "não foram reportados danos”, apesar do susto sentido pela população.