A embaixada dos Estados Unidos em Cuba reabre, esta segunda-feira, no edifício onde se encontra atualmente a Secção de Interesses norte-americana no país, e o governo cubano abre a embaixada em Washington, depois de décadas de conflitos.

Ao contrário de Cuba, que promoverá na segunda-feira uma cerimónia formal de abertura da sua embaixada, em Washington, os Estados Unidos não farão nenhum ato oficial – não será hasteada a bandeira ou instalada uma nova placa oficial no edifício em Havana – até à visita do secretário de Estado norte-americano, John Kerry a Cuba, cuja data não foi ainda avançada.

O prédio da secção de interesses norte-americana em Cuba foi construído em Havana, em 1953, no período do governo do Presidente Fulgencio Batista.