«Estou muito confiante de que não levaremos mais de um mês a recuperar os territórios».

Goodluck Jonathan tem sido muito criticado. Muito consideram a sua atuação ineficaz para conter as investidas do grupo radical islâmico, responsável por centenas de morte, raptos e por espalhar o terror pelo país.

 

Mas, o presidente no poder que enfrenta novo escrutínio para a semana deixa uma mensagem otimista ao povo nigeriano, afirmando que o grupo armado «está cada vez mais fraco», já que as forças nigerianas já recuperaram 11 dos 14 distritos nas mãos do Boko Haram, embora, esta quinta-feira o Boko Haram tenha recuperado o controlo da cidade de Ngala que custou a vida a pelo menos 11 pessoas.