Homens armados, alegadamente membros da Al-Qaida, mataram esta sexta-feira 29 soldados iemenitas na cidade de Al Hota, capital da província de Lahsh, no sul do país, disse fonte do setor de segurança à Efe.

O grupo atacou as instalações governamentais nesta cidade, situada 60 quilómetros a norte da cidade portuária de Adem, capturou os soldados que protegiam os edifícios e assassinou-os.

Fontes da polícia adiantaram à Efe que os atacantes levaram os militares para uma casa na cidade, tendo-os depois levado para a rua, onde os assassinaram, com tiros, em público.