Pelo menos 11 pessoas morreram desde quarta-feira devido a violentas tempestades de neve que estão a atingir grande parte do Japão, informaram esta sexta-feira os ‘media’ locais, dando conta de prejuízos diversos e de interrupções significativas nos transportes.

As más condições climatéricas mantinham-se hoje no oeste, centro e norte do arquipélago, com algumas áreas em risco significativo de aluimentos e avalanches, advertiu a agência meteorológica do Japão.

Uma estrada foi cortada na sequência de um deslizamento de terras na prefeitura de Niigata (noroeste), deixando cerca de 280 habitantes de uma aldeia montanhosa isolados, indicou a televisão pública NHK.

As companhias aéreas têm vindo a anular centenas de voos e inúmeras ligações ferroviárias foram suspensas ou sofreram atrasos, incluindo os serviços de comboios de grande velocidade Shinkansen – entre Tóquio (leste) e Osaka (oeste).

Vários acidentes causados pelas intempéries resultaram na morte de pelo menos 11 pessoas, incluindo de um jovem bombeiro durante operações de remoção da neve.

Os habitantes de uma cidade costeira da região setentrional de Hokkaido foram retirados devido às inundações provocadas por ondas de quase dez metros.