A polícia Federal do Brasil prendeu hoje o ex-deputado Federal Eduardo Cunha, político que ficou conhecido por ter dado início ao processo de destituição da ex-Presidente Dilma Rousseff.

A prisão de Eduardo Cunha foi determinada pelo juiz federal Sergio Moro, que analisa os processos em primeira instância da operação Lava Jato.

Eduardo Cunha é investigado por ter supostamente recebido 5 milhões de reais (1,4 milhões de euros) em subornos pagos em contas secretas na Suíça, que foram abastecidas com dinheiro desviado de contratos de exploração de petróleo da petrolífera estatal Petrobras em África.