Harper Lee, a autora de "Mataram a Cotovia", livro que lhe valeu o prémio Pulitzer para ficção, morreu aos 89 anos. A notícia foi avançada por jornais locais dos Estados Unidos e confirmada ao New York Times pela editora da escritora, a HarperCollins.

"Mataram a Cotovia" foi publicado em Portugal em 1964 .Trata-se de um romance sobre racismo e preconceito, nos anos da Grande Depressão, nos Estados Unidos, na década de 1930. 

O livro conta a história de um advogado que defende um homem negro acusado de violar uma jovem branca. Vendeu mais de 30 milhões de cópias em todo o mundo.

A obra deu origem ao filme de Robert Mulligam, distribuído em Portugal com o título "Na Sombra e no Silêncio", com Mary Badham no papel de Scout Finch, e Gregory Peck, como seu pai, o advogado Atticus Finch, desempenho que lhe garantiu o Óscar de melhor ator. 

A escritora norte-americana, natural de Monroeville, Alabama, esteve 50 anos sem publicar. No ano passado, editou o seu segundo livro,  "Vai e Põe uma Sentinela", (em inglês "Go Set a Watchman"), no qual se encontram locais e figuras de "Mataram a Cotovia".