Os protestos contra o jornal satírico francês Charlie Hebdo continuam a fazer vítimas, Este fim-de-semana, em  Niamey, capital de Niger, 45 igrejas foram incendiadas durante os protestos, revelou a polícia, segundo a AFP.

De acordo com a mesma fonte, cinco pessoas morreram e 128 ficaram feridas durante os protestos.

Adily Toro, porta-voz da polícia nacional, afirmou, durante a conferência de imprensa, que uma escola cristã e um orfanato também foram incendiados.

No sábado, a AFP tinha noticiado que pelo menos oito igrejas foram incendiadas no Níger durante as manifestações em Niamey, contra a publicação, pelo semanário francês Charlie Hebdo, de uma caricatura de Maomé.