Charles Manson, condenado à prisão perpétua pela morte de sete pessoas em 1969, em Los Angeles, nos Estados Unidos, foi «autorizado a casar». A noiva tem 26 anos.

Entre as vítimas do massacre levado a cabo por Manson estavam uma grávida e a atriz Sharon Tate, mulher do realizador Roman Polanski.

Charles Manson  e os seus seguidores, designados como «Família Manson», esfaquearam e mataram quase uma dezena de pessoas durante duas noites, com o intuito de começar uma guerra por motivos raciais.
Três anos depois, o tribunal condenou o homem e duas mulheres, suas cúmplices, à morte, mas a pena foi comutada mais tarde quando o Estado da Califórnia aboliu a pena de morte.

Manson já pediu desde então 12 vezes a liberdade condicional e 12 vezes viu o pedido ser recusado. O pedido pode ser reavaliado em 2027.

Antes disso, Manson, com 80 anos, teve autorização para casa. A licença é válida por 90 dias. A noiva, de 26 anos, disse à Associated Press que o casamento se deve realizar no mês que vem e declarou o «seu amor» pelo serial killer. Apesar da diferença de idades e de ainda não ser nascida quando Manson foi detido, «Star», atriz, não tem dúvidas do seu amor por Charles. Foi por isso que há nove anos se mudou para a Califórnia, para estar mais perto do seu amor.