Os dois sismos que se registaram, nesta quarta-feira, no Equador provocaram um morto e 85 feridos ligeiros, anunciou o presidente do país, Rafael Correa.

“Temos a lamentar a morte de um adulto em Tosagua”, cidade a 200 quilómetros de Quito, disse o chefe de Estado, em conferência de imprensa, adiantando que os dois sismos provocaram também 85 feridos ligeiros.

Um sismo de magnitude 7,2 na escala de Richter atingiu hoje o Equador, horas depois de outro abalo, de magnitude 6,8.

Estes dois abalos ocorreram um mês depois do forte terramoto de 7,8, que causou, a 16 de abril, a morte a cerca de 700 pessoas.