Os Estados Unidos ajudaram, no domingo, à saída de cidadãos norte-americanos e canadianos do Burundi, após várias semanas de sangrentos protestos nas ruas e uma tentativa de golpe de estado, informou o Departamento de Estado.

As ruas do Burundi têm sido palco de violência após o anúncio do Presidente Pierre Nkurunziza de que iria cumprir um terceiro mandato.

Na quarta-feira, um grupo de generais tentou depor o Presidente quando este estava numa visita à Tanzânia.