Dois homens de 23 e 29 anos, suspeitos de prepararem um atentado “iminente”, foram detidos esta terça-feira em Marselha, no sul de França, cinco dias antes da primeira volta das eleições presidenciais, indicaram fontes próximas do inquérito.

Os dois homens são “suspeitos de uma iminente passagem à ação”, precisou uma das fontes.

Os suspeitos foram detidos pelos serviços de informação internos no quadro de uma investigação por associação criminosa terrorista, aberta em Paris.

O ministério do Interior agendou para as 12:30 uma declaração sobre a segurança para as eleições presidenciais.