«Decidimos declarar um cessar-fogo unilateral e a interrupção das hostilidades, por tempo indeterminado, o que deverá conduzir a um armistício», lê-se no blogue da delegação das FARC em Havana, capital de Cuba, onde decorrem as negociações entre a guerrilha e o Governo colombianos.