Três juízes britânicos foram afastados dos cargos que ocupavam por terem acedido a material pornográfico através dos computadores de serviço, disse esta terça-feira o Departamento de Investigação sobre Conduta Judicial do Reino Unido.

Os magistrados que foram despedidos são Timothy Bowles, Warren Grant e Peter Bullock, acrescentou o organismo responsável pela supervisão da atuação dos membros do poder judicial britânico.

Um quarto magistrado, o juiz municipal Andrew Maw, também relacionado com o caso de acesso a material pornográfico demitiu-se antes do início do processo disciplinar.